AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Empresas alertam sobre vantagens da logística reversa

Logística

Com o objetivo de orientar as empresas sobre a obrigatoriedade da logística reversa de embalagens de produtos não perigosos, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) realizou, nesta quarta-feira (10), o evento Logística Reversa de Embalagens em Geral. “A lei atribui a nossas empresas a responsabilidade da destinação adequada das embalagens pós consumo para retornarem ao sistema de aproveitamento reverso. As empresas individualmente teriam muita dificuldade para executar o projeto considerando a necessidade de amplos recursos para poder fazê-lo, ainda mais porque muitos municípios não têm coleta seletiva”, disse o vice-presidente do Centro das Indústrias do Rio Grande do Sul (CIERGS), Marcos Oderich.

Oderich, que também preside a Associação de Logística Reversa de Embalagens (Aslore), com cem associados, afirma que as empresas precisam se conscientizar da responsabilidade da destinação correta de seus resíduos. “Conclamamos as associadas à Aslore a ajudarem a multiplicar o número de empresas, para que todas façam a sua parte”, afirmou ele, que cita além das vantagens econômicas do reaproveitamento de algumas embalagens, também os benefícios ao meio ambiente.

O advogado Fabricio Soler mostrou aos participantes um panorama sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Ressaltou que a legislação endureceu as exigências para descarte de baterias, pilhas, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas e embalagens de agrotóxicos, por exemplo. Soler lembrou que é necessário que cada um faça sua parte: o consumidor que devolve o resíduo ao varejista, que deve encaminhar ao fabricante ou importador, que trata de providenciar o descarte no destino final correto e ambientalmente adequado. “É uma responsabilidade compartilhada”, afirmou.


Crédito foto: Dudu Leal