AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

CNI

“Se antes você tinha que trabalhar só com engenheiros, ou só com pessoas de uma determinada profissão, cada vez mais, você vai trabalhar com pessoas completamente diferentes e dessas ideias vão nascer a inovação, que vai levar esse mundo para um novo capitalismo, talvez”. Essa foi uma das reflexões do estudioso de inovação e da era digital, Gil Giardelli, nesta quinta e sexta-feira, durante o workshop Gestão da Mudança e a Transformação Digital, uma atividade da área de Educação Executiva, do Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS).

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, integra a delegação brasileira que apresentou no painel de hoje (segunda-feira), da reunião anual da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em Genebra, a Modernização Trabalhista implantada no País.

Atendendo convite da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Petry faz parte da comitiva do setor privado liderada pelo presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e pelo representante permanente da entidade nacional na OIT, Alexandre Furlan.

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, prevê que a recuperação da indústria gaúcha, prejudicada pela greve dos caminhoneiros, poderá levar até 10 dias. Segundo estimativas da entidade, as perdas previstas para o setor industrial, até a última quarta-feira, já chegavam a R$ 2,9 bilhões em termos de faturamento.

O presidente da FIERGS e vice-presidente eleito da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Gilberto Porcello Petry, terá audiência hoje, em Brasília, às 15 horas, com o ministro Eliseu Padilha, da Casa Civil da Presidência da República. Representando a FIERGS e a CNI, irá abordar a urgência de medidas que garantam o retorno à normalidade dos transportes no País. Inclusive, a FIERGS está divulgando a seguinte nota:

Debater ideias e oportunidades para elevar a produtividade e o acesso a mercados adaptados à realidade das empresas de pequeno e médio porte. Esse foi o objetivo da segunda edição do Seminário da Pequena e Média Indústria, realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Conselho da Pequena e Média Indústria (Copemi), nesta terça-feira (22).

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, foi eleito vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), nesta terça-feira, em chapa única que reelegeu como presidente o empresário Robson Braga de Andrade.   Em votação, realizada em Brasília, o Conselho de Representantes da entidade, composto por delegados das federações das indústrias dos estados e do Distrito Federal, elegeu os integrantes da próxima administração da CNI para o período de 2018 a 2022. A posse ocorrerá em 31 de outubro.

As vantagens da aplicação da nanotecnologia no setor industrial foram debatidas, nesta quinta-feira (3), na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), com a apresentação das possibilidades de sua utilização na melhoria de produtos e processos. “Os sistemas convencionais de produção, gradualmente, estão ficando obsoletos.

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, que liderou uma missão empresarial à Feira de Hannover, destaca os principais ensinamentos que ficaram da edição de número 70 do evento, encerrado nesta sexta-feira (27), com um público de 210 mil visitantes, 30% de fora da Alemanha. Para Petry, o maior foco este ano foi o da interação da indústria com a tecnologia.

Com o tema Indústria Integrada, conectar e colaborar, a Feira de Hannover, em sua edição de número 70, termina nesta sexta-feira (27), na cidade alemã de mesmo nome. A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) lidera uma missão empresarial ao evento, que levou representantes de 44 empresas, 24 delas gaúchas. Nesta quinta-feira (26), parte da delegação visitou a fábrica da a fábrica da Mercedes-Benz, em Bremen (foto). No último dia, será a vez da Volkswagen, em Wolfsburg.

Os empresários participantes da missão liderada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) à Feira de Hannover consideram que o setor industrial gaúcho tem condições de absorver a tecnologia 4.0 vista aplicada em diferentes situações ao longo do principal evento de tecnologia do mundo, que termina nesta sexta-feira (27), na cidade alemã. Para o presidente da Máquinas Condor, André  Meyer da Silva, há como empresários e trabalhadores, inclusive de pequenas e médias empresas, tomarem parte nesta nova realidade.