AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

desenvolvimento

A reunião conjunta dos Conselhos de Meio Ambiente (Codema), Infraestrutura (Coinfra) e do Comitê de Base Florestal e Moveleira (Combase) da FIERGS, nesta terça-feira (9), debateu junto com a secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) do Estado, Ana Pellini, o Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE).  O coordenador do Codema, Walter Fichtner, que conduziu a reunião, destacou a apreensão da indústria com o tema. “O Rio Grande do Sul já teve uma experiência de zoneamento que veio a ser amplamente restritiva a uma atividade produtiva.

A cultura do coaching tira as pessoas da zona de conforto, é a cultura da evolução humana. Assim o coach Alexandre Prates definiu na palestra A Cultura do Coaching na Construção de Times de Alta Performance, no Diálogos para o Futuro 2017, realizado nesta manhã no Centro de Eventos da FIERGS, com promoção do IEL-RS.  “A intenção é buscar o desenvolvimento e o aprimoramento constante das pessoas e, consequentemente, tornando a empresa mais produtiva, mais vibrante e os colaboradores mais engajados.

Com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de estruturas e processos de inovação, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria e o Sebrae, lançou nesta quarta-feira a Consultoria de Inovação para Micro e Pequenas Empresas.
A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria e o Sebrae, lança, dia 8 de março, às 9h, no espaço Área 51 (rua Cel. Lucas de Oliveira, 894),  a Consultoria de Inovação para Micro e Pequenas Empresas.
O Programa Brasil Mais Produtivo ainda tem vagas para indústrias que queiram aumentar sua produtividade em, no mínimo, 20%. A iniciativa, uma parceria do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Senai, Apex-Brasil, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Sebrae e BNDES, com aplicação da ferramenta Lean Manufacturing (Manufatura Enxuta), se baseia na redução dos sete tipos de desperdícios (superprodução, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento e defeitos).
O Sistema FIERGS, por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS), promove no dia 20 de outubro o 4º Fórum de Inovação, na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Av. Assis Brasil, 8787). Este ano, o evento vai abordar o Design Thinking  na prática. Nesta ótica, além de especialistas como Marcelo Quinan, fundador da NoOne, e Eduardo Zancul, professor da Escola Politécnica da USP, também haverá o relato de empresas.
 
O Senai-RS vai ajudar 330 indústrias a aumentar sua produtividade em 20%. Trata-se do Programa Brasil Mais Produtivo, coordenador pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), com parceria do Senai, a Apex-Brasil, a
 
Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Sebrae e BNDES.
 
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial terá em 2016 a sequência do trabalho que vem fazendo para desenvolver profissionais com perfil adequado às novas demandas das indústrias, preparando-os para atuar na chamada indústria 4.0. Neste sentido, os institutos de inovação e tecnologia estão apoiando as indústrias na ampliação de sua capacidade de inovação e modernização. Especificamente, o Instituto Senai de Inovação em Soluções Integradas em Metalmecânica vem atuando mais fortemente, com várias iniciativas.
 
 
Vinte empresas gaúchas vão gerar 640 novos empregos com incentivos concedidos pelo Fundo Operação Empresa (Fundopem/RS) e pelo Programa de Harmonização do Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Sul (Integrar/RS), no valor de R$ 467,5 milhões. Os decretos foram assinados pelo governador José Ivo Sartori em uma cerimônia no Salão Negrinho do Pastoreio, do Palácio Piratini, nesta quinta-feira (17).
 
O Programa Desenvolve RS foi lançado oficialmente nessa terça-feira (28), na sede da FIERGS. A iniciativa tem como objetivo criar uma base de potenciais fornecedores de produtos e serviços que atendam as demandas dos investidores no Rio Grande do Sul. De acordo com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, a proposta é elevar a competitividade das empresas, bem como a geração de emprego e renda das 24 regiões do Estado.