AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

relações internacionais

Em sua primeira visita ao Rio Grande do Sul, a embaixadora da Áustria no Brasil, Mariane Feldmann, esteve na FIERGS para conhecer um pouco mais sobre a realidade das indústrias no Estado. Ela informou que, nos últimos três anos, o país europeu foi o principal destino de investimentos de empresas brasileiras − são cerca de 60 instaladas por lá. "Nossos maiores diferenciais são a localização estratégica e o baixo custo de operação", informou.

O cônsul-geral da Suíça, Claudio Leoncavallo, destacou, na FIERGS, nesta terça-feira (28), que muito além de fabricar chocolates, relógios e canivetes, a economia da Suíça é conhecida por suas indústrias sustentáveis e de tecnologias limpas. "Buscamos o Brasil e também o Rio Grande do Sul como parceiros nessas áreas", informou Leoncavallo. O presidente da FIERGS, Heitor José Müller, declarou que "o Estado é o segundo mais industrializado do País e com maior diversificação de setores industriais". E lembrou um dos maiores desafios do Brasil: a educação de sua população.

O embaixador da Grécia no Brasil, Dimitri Alexandrakis, esteve na FIERGS para troca de informações entre o Rio Grande do Sul, o Brasil e a nação europeia. "Realizamos negócios com países mais distantes do que o Brasil, nossos preços são competitivos, queremos estreitar essas relações", comentou Alexandrakis, e acrescentou que a Grécia é muito mais do que turismo.

Uma comitiva da província de Karov, do Quênia, esteve na FIERGS nesta segunda-feira, para tratar de oportunidades de negócios e investimentos com o Rio Grande do Sul. O objetivo do grupo é conhecer o Estado e estabelecer relações comerciais nas áreas de agricultura, construção civil, metal-mecânica e turismo. Outro interesse é adquirir conhecimento na área de pequenas centrais hidrelétricas. Segundo o governador de Narok, Samuel K.

O Brasil entrou para a lista do governo norte-americano como País estratégico para uma aproximação econômica. A informação foi dada pela embaixadora dos Estados Unidos, Liliana Ayalde, durante sua visita ao presidente da FIERGS, Heitor José Müller, nesta sexta-feira (22). Segundo ela, também há uma orientação para ampliar o relacionamento com Estados brasileiros fora do eixo Rio de Janeiro-São Paulo. Nesse novo foco, o Rio Grande do Sul passa a ser um potencial parceiro, tanto para trocas comerciais quanto para investimentos.

O embaixador da Croácia no Brasil, Drago Stambuk, esteve na sede da FIERGS nesta terça-feira (19) para tratar com o presidente da entidade, Heitor José Müller, sobre oportunidades de ampliar as relações comerciais com o Estado. Em 2012, a Croácia foi o 108º destino das exportações e o 85º das importações estaduais. Entre os setores destacados pelo embaixador estão mineração, indústria da defesa e militar, turismo e, principalmente, o da construção naval e de embarcações, com o desenvolvimento de navios sob demanda, de acordo com as necessidades do comprador.

As constantes e cada vez mais restritivas barreiras enfrentadas pelos exportadores brasileiros em suas relações de comércio com a Argentina formam um cenário de insustentável perda financeira e crescente tensão política. Os vários aspectos dessa realidade serão analisados por renomados especialistas dos dois países no seminário "A realidade econômica e as perspectivas comerciais da relação Brasil-Argentina".

A Itália terminou, em 2012, como o 11º destino das exportações brasileiras, em um total de US$ 4,58 bilhões, redução de 16% em relação ao ano anterior. Ao mesmo tempo, o país europeu foi o oitavo colocado na origem das importações, com US$ 6,2 bilhões.

Um encontro de negócios entre o Uruguai e o Brasil reuniu, nesta quarta-feira (25), em Porto Alegre, empresários dos dois países para ampliação das relações comerciais em logística e distribuição regional, fornecedores de serviços compartilhados e soluções em Tecnologia da Informação e Comunicação.

O Canadá, integrante do G7 − grupo que reúne as sete nações mais industrializadas e desenvolvidas do mundo −, busca uma aproximação econômica maior com o Rio Grande do Sul. Nessa semana, duas ações foram realizadas nessa direção e ocorreram na sede da FIERGS.