AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

seminário

Debater as tendências e as expectativas do mercado para os próximos anos foi o objetivo do XII Seminário de Telecomunicações, realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Conselho de Infraestrutura (Coinfra), nesta quinta-feira (13). O encontro reuniu especialistas que trataram sobre como agregar valor para as empresas, a regulamentação dos serviços de estação rádio-base, o futuro do trabalho e a gestão de dados na indústria e na infraestrutura. “A indústria 4.0 não é só um modismo.

A transformação digital e seus caminhos serão abordados no Fórum IEL de Inovação, que acontecerá dia 3 de outubro, na sede da FIERGS. AI Economy – Desafios e Grandes Oportunidades da Nova Era será o tema deste ano com palestras de Gil Giardelli, Silvio Meira e Camila Achutti, a partir das 13h30min. O objetivo é mostrar as portas para essas mudanças, e apresentar seus impactos nos processos produtivos e modelos de negócios, além de discutir as oportunidades que aparecem com a nova era, e o que ela está colocando em evidência.

Para tratar das tendências e expectativas de um mercado em transformação, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Conselho de Infraestrutura (Coinfra), promove o XII Seminário de Telecomunicações, em 13 de setembro, reunindo especialistas de diferentes áreas da tecnologia. No atual cenário do setor, estarão em discussão como agregar valor para as empresas, com impacto na redução de tempo e na agilidade da análise dos dados.

Por conta do elevado potencial de negócios entre o Rio Grande do Sul e a Holanda, foi inaugurado o novo Escritório Holandês de Apoio aos Negócios (NBSO, da sigla em inglês) em Porto Alegre, nesta quinta-feira (30). A estrutura será responsável pela aproximação entre o país Europeu e a região Sul brasileira, tendo o Estado gaúcho como foco principal.

Debater ideias e oportunidades para elevar a produtividade e o acesso a mercados adaptados à realidade das empresas de pequeno e médio porte. Esse foi o objetivo da segunda edição do Seminário da Pequena e Média Indústria, realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Conselho da Pequena e Média Indústria (Copemi), nesta terça-feira (22). “Queremos provocar nossas indústrias a serem proativas, buscando retomar o protagonismo do nosso desenvolvimento”, declarou o coordenador do Copemi, Marlos Schimdt, durante a abertura do evento. 

A indústria 4.0 é uma realidade e as mudanças que estão em curso passarão por todos. Há oportunidades em toda a cadeia, conforme o diretor da Copenhagen Institute for Future Studies Latin America, Peter Kronstrom. Peter falou no 5º Fórum de Inovação, promovido pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS), realizado na tarde desta segunda-feira (16) na FIERGS, destacando que as tecnologias precisam ser entendidas. “As tecnologias tem cada vez mais vida própria, inteligência artificial, realidade aumentada, são questões que deixam as pessoas com receio.

Dar sequência ao projeto de aproximação entre o Rio Grande do Sul e a província argentina de Misiones foi o objetivo do seminário realizado na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), nesta terça-feira (10).

Diante do crescimento do volume de dados na rede, da tecnologia em constante renovação e da era das “fábricas inteligentes” que chega com a indústria 4.0, a empresa precisa estar preparada para qualquer ameaça à sua segurança. Para tratar desse tema, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) realizou nesta quinta-feira (28), em sua sede, o XI Seminário de Telecomunicações, reunindo especialistas para um debate na busca de soluções que movimentam o mercado, aumentam a proteção e a eficiência das corporações.

A partir de 2014, ano da implantação do Portal Único, programa desenvolvido em conjunto pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e pelo Ministério da Fazenda, até a última etapa, a ser concluída em 2018, as empresas brasileiras deverão obter uma redução de 40% nos prazos médios de liberação das suas exportações e importações. A expectativa foi revelada durante o 48º Seminário de Operações de Comércio Exterior, realizado nesta quarta-feira (13), na FIERGS. “O Brasil sofre imensamente no quesito competitividade.

Terceirização, jornada de trabalho e a valorização do negociado sobre o legislado foram alguns dos temas em debate, nesta terça-feira (5), no Teatro do Sesi, no evento “Reforma Trabalhista – O que muda?”, realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) com apoio do Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (Sindihospa). Cerca de mil participantes ouviram juiz, desembargadores, advogados e empresários sobre a aprovação da Lei 13.467/2017, que entra em vigor em novembro.