Você está aqui

A transição demográfica tem mostrado que iremos ter uma sociedade mais envelhecida e feminina nos próximos anos, o que traz diferentes desafios para a saúde, a economia e para o mundo do trabalho também.     

Quando falamos do ambiente laboral, mais especificamente de cargos de liderança, há um cenário que ainda prevalece e que pode levar a um desgaste da saúde mental das mulheres que desejam avançar para posições de liderança e, também, nas poucas que já atuam como líderes: a crença de que diferenças de gênero justifiquem a predominância de homens nos cargos de liderança. 

Transpor barreiras e preconceitos é um dos desafios quando se pensa em promover ambientes laborais saudáveis (físico e mental), e ainda igualitário, pois exige inúmeros esforços, começando pela necessidade de ampliar discussões. E uma delas pode iniciar pelos custos na economia: durante o Fórum Econômico Mundial no início deste ano, a saúde das mulheres ocupou o centro das atenções com a apresentação do primeiro relatório sobre saúde de gênero.  

O estudo mostrou que 75 milhões de anos de vida são perdidos devido a problemas de saúde ou morte precoce, e que a resolução de questões ligadas à saúde das mulheres pode fazer com que a economia global movimente US$ 1 trilhão todos os anos até 2040.

TRABALHO COMO FATOR DE PROTEÇÃO PSICOSSOCIAL  

Partindo da premissa de que uma liderança precisa estar bem para então promover a saúde mental da sua equipe e de que não há saúde sem saúde mental, a primeira questão a ser considerada quando se fala em fatores psicossociais no trabalho é justamente a saúde mental da própria liderança.  

No caso das lideranças femininas, a promoção do cuidado nas empresas é uma ferramenta potente para lidar não só com os preconceitos e barreiras do próprio ambiente laboral como também para lidar com as dificuldades fruto da inequidade de gênero na sociedade.

A inequidade de gênero traz impactos expressivos na vida das mulheres, ampliando as desigualdades de renda, precariza as condições de vida em todos os âmbitos e ainda traz uma carga de estresse, esgotamento físico e emocional, depressão entre outros problemas de saúde. 

Para promover uma cultura de cuidado - sustentável e eficiente, com a saúde mental das lideranças femininas, parte-se da análise dos fatores psicossociais do ambiente laboral. Esses fatores podem ser de proteção, quando são benéficos e promovem a saúde da liderança, sendo aspectos positivos os relacionados àquilo que fortalece a mulher, ajudando-a a lidar melhor com os desafios. Ou de risco, quando causam prejuízo a sua saúde.

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), fatores psicossociais são as interações entre meio ambiente e condições de trabalho, condições organizacionais, funções e conteúdo do trabalho, esforços, características individuais e familiares dos trabalhadores.  

LIDERANÇA FEMININA PRECISA DE ATENÇÃO 

Em anos anteriores, estudos como o Women in the Workplace já apontaram que as mulheres responsáveis pela gestão de equipes apresentam níveis ainda mais elevados de esgotamento.  

Excesso de responsabilidade, ausência de apoio frente a tarefas que exijam alto grau de execução, além das cargas e pressões frequentes a fim de resguardar e garantir respeito e reconhecimento frente aos colegas, estão entre os motivos.

O SESI-RS conta com uma equipe de especialistas e pode apoiar na cultura de cuidado organizacional junto à liderança feminina. Partindo de uma visão de saúde integral no ambiente de trabalho, o programa de Desenvolvimento de Lideranças prepara líderes para o autoconhecimento, reconhecendo competências e habilidades que impactam a sua saúde emocional, e desenvolvendo aspectos relevantes para a saúde mental e o bem-estar das suas equipes.
 

Mulher branca com microfone a mão falando para sua equipe de trabalho

Letícia Lessa é gerente da área de Saúde Mental e Inovação do SESI-RS. Dentro de todo Sistema Fiergs, 117 mulheres ocupam cargos de liderança atualmente.   

segunda-feira, 18 de Março de 2024 - 10h10

Comentários

Amo por demais os conteúdos de vcs ,vcs são minha maior expiração.

Olá María! Tudo bem?
Que bom receber seu reconhecimento! Continue nos acompanhe por aqui! E não deixe de conhecer nosso perfil no instagram @sesirsoficial
 

Deixe um Comentário

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
1 + 0 =

Precisando de ajuda?

Por onde prefere falar conosco?

Whats

Chat